separador.png
decret.jpeg

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAMU ANUNCIA SÉRIE DE MEDIDAS PREVENTIVAS AO NOVO CORONAVÍRUS

 

Tendo em vista o avanço do Coronavírus (COVID-19) no Brasil, o Prefeito Enoc Souza, nesta última terça-feira (17/03), anunciou por meio do decreto municipal N° 035/2020, 037/2020 e 038/2020 uma série de medidas que serão adotadas como forma de prevenção ao COVID-19. Vale ressaltar que  o município de Camamu não possui nenhum caso suspeito e nem confirmado do novo coronavírus.

As medidas seguem as orientações da Organização Mundial da Saúde e visa evitar a rápida propagação do novo coronavírus no município. Confira abaixo todas as medidas que estão sendo adotadas pela Prefeitura Municipal de Camamu durante a  pandemia do novo coronavírus : 

Link Decreto Nº 035/2020 : 


https://www.camamu.ba.gov.br/Handler.ashx?f=diario&query=790&c=139&m=0


Link Decreto Nº 037/2020 e Decreto Nº 038/2020:


https://www.camamu.ba.gov.br/Handler.ashx?f=diario&query=793&c=139&m=0

 

 

 

 

rui.jpg

O governador Rui Costa suspendeu por 30 dias, a partir de terça-feira (17), as aulas na rede estadual de ensino em Salvador, Feira de Santana e Porto Seguro, cidades que registraram casos de coronavírus. O anúncio da medida foi feito na tarde desta segunda-feira (16).

 

 

Segundo nota divulgada pelo governo do estado, um monitoramento está sendo feito e a medida pode ser ampliada para outras cidades. As ações serão publicadas em decreto, na edição de terça-feira do Diário Oficial do Estado (DOE).

O governador determinou também a suspensão de eventos que reúnam mais de 50 pessoas em Salvador, Feira de Santana e Porto Seguro – cidades onde já tiveram casos confirmados –. A nota detalha anda que a medida vale para eventos de cunho religioso, político ou cultural.                          

 

                                                                                                         

image.jpg

O ministro da Educação Abraham Weintraub se pronunciou por meio de um vídeo publicado em rede social, nesta quarta-feira (11), recomendando escolas e unidades educacionais do Brasil a adotarem medidas de ensino “remoto” e evitar aglomerações, por causa do coronavírus. Ele afirma que “não há razão alguma para pânico”, mas orienta as instituições a se planejarem para a possibilidade de “medidas emergenciais pontuais”. O Brasil tem 52 casos confirmados.